Barbacena

Dia da Vitória é celebrado com homenagens marcantes

Dia da Vitória é celebrado com homenagens marcante...

A Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR, sediada em Barbacena (MG), realizou no final da manhã de terça-feira, 11, durante a Parada Diária do Corpo de Alunos (CA) do Curso Preparatório de Cadetes do Ar (CPCAR), duas homenagens marcantes, a dois personagens que eternizaram seus nomes na história da Escola e do Brasil, respectivamente: a Senhora Zilda de Castro, que foi a responsável pela entrega do primeiro estandarte da EPCAR, realizada no ano de 1949, e o Senhor João Rodrigues da Costa, integrante da Força Expedicionária Brasileira (FEB), que atuou nos campos de batalha durante a II Guerra Mundial.

 

Os motivos que levaram a realização destas homenagens são distintos e emocionaram todos os presentes, em especial, os Alunos da EPCAR, representando uma forte ligação entre presente e o passado: a Sra. Zilda foi homenageada pela passagem de seu centenário, e o Sr. João Rodrigues ocasião da passagem do Dia da Vitória, comemorado em 08 de maio.

 

O Comandante da EPCAR, Brigadeiro do Ar Daniel Cavalcanti de Mendonça, presidiu a solenidade militar e, em suas palavras, enalteceu a importância e o significado das homenagens prestadas. O oficial-general enfatizou aos atuais alunos a distinta oportunidade que eles têm, neste momento, ao estarem tão perto de pessoas que marcaram seus nomes na história, por meio de suas grandes ações. “Hoje é um dia de júbilo! Um dia muito especial para nossa Escola. Celebrar o centenário da Dona Zilda, que tão importante se tornou para a EPCAR naquele ato de entrega do estandarte da Escola e que até hoje nos representa. Agradeço, publicamente à senhora, em nome de todo o nosso efetivo, pelo gesto que fez naquela longínqua data, com este mesmo brilho no olhar que hoje se apresenta. Ao Senhor João Rodrigues, sempre herói, nosso pracinha, presente em mais uma celebração do Dia da Vitória, data esta data que nos dignifica por tudo aquilo que representaram, pela coragem, pela abnegação e pelo amor com que defenderam à nossa Pátria naquele momento tão difícil. Que fique o exemplo pra cada um de nós, mais ainda, para cada um de nossos jovens alunos e alunas, na oportunidade em que os concito a refletir sobre o que representou, nos céus da Itália, o nosso Grupo de Caça”, disse o militar, encerrando sua fala com a leitura de um texto do então Tenente-Coronel Nero Moura, Comandante do Grupo de Caça.

DÊ A SUA OPINIÃO

As opiniões publicadas são de responsabilidade dos usuários e não representam necessariamente a opinião do ViaRealOnline.

Comente: