Cultura

ARTIGO: Um Pastor com cheiro de ovelhas

ARTIGO: Um Pastor com cheiro de ovelhas...

Leituras:

At 13,14.43-52;

Sl 99;

Ap 7,9.14b-17

Jo 10,27-30

 

O IV Domingo da Páscoa é conhecido também como “Domingo do Bom Pastor”, isto porque, a cada ano, o evangelho proclamado é sempre tirado do trecho de Jo 10, no qual Jesus se apresenta como aquele que “dá a vida por suas ovelhas” (10,11). Esta é, de fato, uma das mais belas imagens utilizadas na Sagrada Escritura, que reflete fortemente o centro do mistério da Redenção – não é à toa que, nas construções cristãs dos primeiros séculos (e até hoje) a representação do Pastor está bastante presente em painéis e mosaicos.

 

No pastor que se abaixa, toma nos braços a ovelha ferida e levanta-a para junto de si, permanecendo unido a ela, percebemos uma referência clara ao mistério do Cristo, que, estando junto do Pai desde a origem do mundo - “Eu e o Pai somos um” (Jo 10,30) -, vem ao nosso encontro e nos resgata à plena comunhão com Deus, que perdemos pelo pecado original. A cruz é o momento do rebaixamento de Jesus, quando ele se torna Cordeiro imolado, momento máximo em que visita nossa condição humana, para resgatá-la das trevas do pecado. A ressurreição é seu retorno ao Pai, não sozinho, mas com a humanidade junto a si, como ovelha que carrega em seus braços. É esta a vida eterna que Ele nos dá (cf. Jo 10,27), já aqui – a experiência de sermos salvos, redimidos, resgatados por seu amor – e, um dia, na eternidade, quando a multidão dos remidos adorará o Cordeiro “no meio do trono” (Ap 7,17).

 

Também o caminho do cristão é parecido ao de seu Mestre. Devemos sempre mais nos assemelhar a Jesus, inserindo-nos em seu mistério pascal, oportunidade que a participação dominical da Eucaristia nos dá. De resgatados por Cristo, nos tornamos, em seu nome, “resgatadores” de nossos irmãos, bons pastores. O esvaziamento que o Senhor viveu também é experimentado pelos discípulos: basta ver as perseguições vividas pela primeira comunidade cristã, enquanto “a palavra do Senhor espalhava-se por toda a região” (At 13,49).

 

Este Domingo é também o 59º Dia Mundial de Oração pelas Vocações. De forma especial, rezemos pelas vocações sacerdotais, por aqueles que são chamados a, de um modo mais integral, pela doação de suas vidas, serem pastores do povo de Deus. Jesus disse: “As minhas ovelhas escutam a minha voz, eu as conheço e elas me seguem” (Jo 10,27). Que também nossos pastores escutem o apelo do Papa Francisco na Missa do Crisma de 2013 e tenham também eles “cheiro de ovelhas”, a exemplo do Cristo, Bom Pastor.

 

José Mário Santana Barbosa

Seminarista

DÊ A SUA OPINIÃO

As opiniões publicadas são de responsabilidade dos usuários e não representam necessariamente a opinião do ViaRealOnline.

1 Mensagem(s)

  1. Ana Lucia Monteiro Oliveira
    Linda mensagem. Parabéns José Mário! Você está brilhando.

Comente: